25/02/2020 - 18h30

Campanha para reforma urgente

Projeto interditado - Estamos impossibilitados de acolher novos animais

Infelizmente por causa das chuvas nos últimos dias, mesmo após algumas "gambiarras" (que custaram caro, aliás), nosso telhado cedeu novamente. Em razão disso, não temos conseguido mais manter os nossos gatinhos em segurança e protegidos devidamente contra a chuva conforme planejávamos.

 

Na chuva de ontem perdemos remédios, pacotes de areia e areia que estava em uso, um pouco das rações e outros suprimentos e objetos de uso do dia a dia.

 

Há meses cotamos um projeto de reforma apropriado e de acordo com as nossas necessidades, incluindo um espaço para estoque e quarentena, e temos adiado.

 

Adiamos porque sempre recebemos pedidos de ajuda para muitos casos, emergentes, cirurgias, e mal temos conseguido pagar as contas do mês. As arrecadações de Janeiro e Fevereiro foram muito mais fracas do que imaginávamos, e como começamos a pagar aluguel para os gatinhos encalhados, tudo apertou.

 

Porém, iamos conforme dava, e dançávamos conforme a música. Ontem a música parou de tocar, e hoje não temos mais como receber nenhum animal. Estamos inclusive procurando um local adequado onde possamos instalar nossos pequenos que ainda não foram adotados ou estão sendo preparados para adoção.

Isso que passamos agora é resultado de um conjunto de fatores que fazem parte da nossa realidade: a nossa estrutura sempre foi pequena, o local sempre foi humilde (composto de um corredor e uma outra área pequena construída com muito custo da forma mais básica possível), as instalações sempre foram improvisadas, os arranhadores, tocas, gaiolas e demais objetos sempre foram frutos de doações, e nossas arrecadações sempre foram variáveis, o que culminou na situação séria e triste que nos encontramos hoje.

 

Por isso, a partir de hoje, não vamos e nem podemos acolher nenhum gatinho. E iniciamos uma campanha com MUITO esforço, para arrecadar o montante necessário para a reforma que está nas imagens abaixo: em torno de R$ 70 mil.

 

Neste valor está incluso a construção de uma "clínica" adequada para quarentena, um espaço com temperatura ambiente (hoje nossos gatinhos cozinham em telhas de fibrocimento e translúcidas super baixas), um espaço para o estoque e onde possamos colocar os gatinhos já prontos para adoção.

 

O valor é alto e o projeto é um sonho, por isso queremos pedir a sua ajuda. Não queremos parar de acolher, não queremos encerrar as nossas atividades, mas precisamos investir em ao menos uma boa estrutura para continuarmos.

 

Você pode ajudar com qualquer valor nos dados abaixo:

 

Bradesco
Ag 2036
Poupança: 1003400-0
Juliana Santana

 

Banco do Brasil
Ag 0427-8
Conta poupança 133.333 - x
Variação 51
Para doc substituir o X por 0
Juliana Santana

 

Caixa Econômica Federal
Ag: 4037
Conta Poupança 10423-4
Operação 13
Renny Barcelos

Banco Itaú 
Ag 7062
CC 0008737-9
Jorge Serra

 

Link para contribuir através de Vakinha, Paypal e Pagseguro:
http://vaka.me/914717
https://www.enquantohouverchance.org/como-ajudar

 

Picpay: @caiuaestaca

 

Quem fizer a sua doação, por favor, nos avise.
Vamos pensar em uma forma de agradecer aos que nos ajudarem depois que a reforma for concluída. <3

Compartilhem!

Rifa de Janeiro e Fevereiro parada - mais de 150 nomes disponíveis...

(Prorrogada até março )

Cópia_de_sitecomoajudar.png
Cópia_de_Cópia_de_sitecomoajudar.png
sitecomoajudar (2).png

Mídia

Matéria sobre o projeto no site Razões para Acreditar

Clique aqui!

Matéria no site Olhar Animal sobre a adoção do nosso Trio Bengalinha

Clique aqui!

Campanhas

Conheça a campanha "Era uma vez um coelhinho", que o projeto desenvolveu para promover a conscientização sobre o comércio de coelhos em grandes lojas - especialmente na Páscoa.

Projeto Enquanto Houver Chance 2016 - Todos os direitos reservados